Marcos Kiyoshi Nemoto é a imagem da simpatia. Autêntico, humilde e limpo de coração e alma. Amigo de todos e sempre disposto a ajudar os companheiros. Ele foi contratado para trabalhar na primeira loja da Agro100 em 1997. Conta que na época fazia entrega, controlava estoque e fazia faturamento. “Éramos somente cinco funcionários. Era o começo. E como todo começo tudo era difícil, todos, de funcionários aos donos, fazíamos de tudo, entregas com os carros particulares dos diretores, faxina e descarga dos caminhões. E esse espírito de colaboração dos funcionários e diretores continua até hoje na empresa”, conta Kiyoshi. Em 1999, ele foi tentar a vida no Japão, onde ficou por 10 anos. Em 2010, de volta ao Brasil, foi contratado novamente pela Agro100. Foi locado no setor de estoque, onde ­ ficou por um ano. Hoje está no setor de lançamentos e logística de fertilizantes e semente e nos lançamentos de segundo grau, e no suporte às ­ liais na operação do sistema. “Aqui me sinto em casa. Fiz muitos amigos e temos um ambiente familiar na empresa. A diretoria tem uma relação de respeito e amizade com todos os seus funcionários. E proporciona oportunidades de crescimento na vida pro­fissional e pessoal de todos nós”, ­ naliza Kiyoshi, sempre com o seu sorriso amigo. Casado com dona Cristina, é pai de Carolina, de 16 anos, e Lucas, de sete anos, que nasceu no Japão.